9 lições do poker que podemos aplicar em nossa vida

Home » Blog » 9 lições do poker que podemos aplicar em nossa vida

BLOG

June 30, 2022 10:14 pm

9 lições do poker que podemos aplicar em nossa vida

Em um jogo onde sua vantagem é relativamente pequena, você tem que usar todas as vantagens disponíveis para se manter competitivo e lucrativo. Os profissionais de poker bem-sucedidos possuem diversos métodos para reduzir o risco e aumentar o lucro. Estas habilidades não funcionam apenas para o poker. Uma grande quantidade de conhecimento comum de poker é realmente inestimável em situações do dia-a-dia, seja nos negócios ou mesmo em sua vida pessoal.

Jogadores novatos de poker ficam um pouco confusos quando são introduzidos a conceitos como EV (valor esperado) e como a variância realmente funciona. É uma experiência que abre os olhos para dizer o mínimo. Talvez você nunca se sente em uma mesa de poker, mas não deixe que isso o impeça de se beneficiar de décadas de lições aprendidas ao longo de inúmeras horas em mesas de poker ao redor do mundo e que podem lhe ajudar muito na sua vida. Confira 9 delas!

1. Vencedores também perdem muitas vezes

Eis um segredo: até mesmo os melhores jogadores de poker do mundo perdem. Às vezes eles até parecem idiotas completos enquanto o fazem. A razão é que o poker, assim como a vida, tem um grande elemento da aleatoriedade. Você pode ter uma sorte absurda contra um campeão mundial e ganhar todo o stack dele. Isso não fará dele um perdedor.

Os jogadores vencedores de poker podem ter semanas, meses ou até anos ruins, mas geralmente, quando se joga um número suficiente de mãos, eles saem em vantagem contra os amadores. A habilidade os levará ao topo, apesar de todas as derrotas que eles seguramente terão na maioria das vezes em que jogam.

Essa abordagem é real também fora das mesas de poker. Basta observar a trajetória dos grandes ícones dos negócios como Steve Jobs, Bill Gates e Warren Buffett, que experimentaram muitos fracassos a curto prazo, mas eventualmente mudaram o mundo. 

O segredo é não se concentrar em resultados a curto prazo. Não desanime, muito menos desista quando um projeto seu não dá certo. Em vez disso, concentre-se em aperfeiçoar o processo e os resultados virão naturalmente, isso acontece tanto na vida quanto nas mesas de poker.

2. Não se apegue a um investimento, seja ele qual for

Um dos problemas dos jogadores amadores de poker é que eles ficam muito apegados a algumas mãos, principalmente quando essa mão é um AA – e especialmente quando o dealer distribui um bordo perigoso com cartas que dão aos oponentes possibilidades de straights ou flushes, por exemplo.

No entanto, jogadores com menos experiência odeiam a ideia de desapegar de suas segundas melhores mãos e talvez ter que esperar horas para receber outra mão premium e potencialmente ganhar um grande pote. 

Os profissionais do poker têm a capacidade de ser mais clínicos e avaliar cuidadosamente a situação. Se a leitura deles estiver correta, os profissionais de poker conseguem foldar com facilidade mãos boas que estão perdendo. Esse desapego é fundamental para ver os lucros do poker a longo prazo e principalmente para minimizar suas perdas.

Na vida acontece o mesmo, às vezes é preciso desapegar de um investimento, de um projeto ou até mesmo de um relacionamento que pode lhe trazer prejuízos, sejam eles financeiros, pessoais ou emocionais. 

3. Somente arrisque o que você pode perder confortavelmente 

A maioria das pessoas presume que os jogadores de poker são pessoas imprudentes que apostariam até seus últimos centavos em um jogo só. Ainda que alguns jogadores recreativos infelizmente façam dessa forma, há também uma razão para que os jogadores regulares de poker façam um lucro consistente com o poker há décadas.

Uma grande parte dessa capacidade de gerar lucro é um rigoroso sistema financeiro chamado de gestão de bankroll. Os jogadores de poker colocam de lado uma parcela especial de dinheiro que é usada apenas para o poker. 

O primeiro passo em uma carreira de poker é definir um gerenciamento para sua banca. Para sobreviver a sessões de azar, você normalmente quer ter mais de 50 buy-ins nos stakes que joga. Isso significa que para jogar um cash game de $1/$2, onde o buy-in é de R$200, você precisaria ter cerca de $5.000.

Isto varia de jogador para jogador, mas qualquer um que arrisque toda sua banca em um jogo tende a quebrar muito rapidamente. O sistema protege os jogadores porque normalmente você pode ser pego pela variância e ter que construir sua banca de volta. 

Na vida é a mesma coisa. Se você quiser abrir um negócio ou fazer alguns investimentos, você precisa de capital. Se algo custa muito dinheiro, então concentre-se em projetos menores. É importante separar seu dinheiro pessoal do dinheiro de sua empresa. E mesmo depois de separar esse capital, não é interessante que toda a “banca” da sua empresa ou finanças pessoais vá apenas para um projeto. É importante variar seus investimentos e ter disciplina para não investir e nem gastar mais do que você pode perder de maneira confortável.

4. É preciso calcular riscos e recompensas

Muitas pessoas se sentem intimidadas pela matemática, especialmente quando ela é usada na mesa de poker. Isso é desnecessário, pois ela é apenas mais um fator para ajudá-lo a tomar uma decisão mais bem informada. O nível a que você quer chegar depende de você. Talvez a habilidade matemática mais básica no poker seja o conceito de Valor Esperado (ou EV).

Se você tem uma boa chance de ganhar um pote de R$1.000 arriscando apenas R$200, isso pode ser considerado +EV se suas chances de vencer forem maiores do que 20%, por exemplo. Se você tomar decisões +EV suficientes, você será rentável. 

Se suas chances de ganhar R$1.000 são inferiores a 20%, isso significa que estatisticamente você vai arriscar mais de $1.000 (R$200 X 5) e não vale a pena fazer esse investimento.

Em sua vida diária, não se preocupe com o risco se a recompensa estiver lá. Por exemplo, se você quiser investir R$1.000 na start-up de seu amigo e você realmente acredita que ele tem 20% de chance de ganhar R$100.000 em seu primeiro ano de funcionamento, isso é um investimento muito bom.

Outra maneira de usar as probabilidades para ajudar a beneficiar sua vida é olhar para algumas das probabilidades positivas da vida. Por exemplo, muitas pessoas têm medo de voar, mas estatisticamente é muito mais provável um acidente de carro do que de avião. As probabilidades podem realmente lhe dar uma sensação de segurança. É importante perceber que tanto o poker quanto a vida são jogos de informação incompletos. As probabilidades fornecem mais informações.

5. Aprenda a controlar suas emoções

O poker pode ser um jogo emocional e às vezes é difícil se controlar. Os melhores jogadores de poker podem perder $50.000 em uma mão e não se desesperar, se não, você pode perder ainda mais e transformar uma pequena derrota em uma catástrofe. Alguns jogadores se afastam da mesa quando perdem uma mão particularmente azarada ou até mesmo terminam a sessão mais cedo.

Na vida, também é preciso estar no controle. Simplesmente não há vantagens em deixar que suas emoções tomem o controle, seja quando você está muito irritado em um almoço de família, em um encontro com sua namorada e muito menos nos negócios. Se você sofrer uma perda difícil em sua vida profissional, ou até mesmo pessoal, talvez seja o momento de se “afastar da mesa” e ganhar alguma perspectiva ao invés de tentar visceralmente “ir atrás do prejuízo” de uma maneira imprudente.

6. Corrija suas deficiências, elas podem lhe custar caro

Os jogadores de poker consideram qualquer erro que perca dinheiro a longo prazo um “leak”. Às vezes são coisas simples, como dar call com suited connectors com muita frequência ou fazer bluffs ruins no river. O problema é que ao longo do tempo essas deficiências podem afetar o resultado final e impactar muito sua lucratividade no final de um mês ou um ano.

Os jogadores de poker tentam ativamente consertar seus leaks, ou seja, suas deficiências, fazendo pequenas mudanças em seus jogos. Isto é fácil de aplicar no dia-a-dia.

Se você, por exemplo, sai para comprar um latte Starbucks todos os dias, isso é um grande leak quando você poderia fazer café em casa por uma fração do preço. Se você sabe que precisa melhorar seu inglês para ser promovido, mas prefere gastar tempo e dinheiro jogando PlayStation, isso também é um “leak” que pode estar lhe custando muito. Seja na mesa de poker ou na vida, é importantíssimo focar-se em corrigir essas deficiências.

7. Escolha bem suas batalhas (e seus adversários)

Os atletas, seja de futebol, basquete ou tênis, todos querem competir contra os melhores do mundo. Os jogadores de poker querem jogar contra os piores. Ou deveriam, pelo menos. Na verdade, a maioria dos jogadores de poker se limitariam a jogar apenas com o bilionário que é o pior jogador do mundo para sempre, se isso significasse ter sempre uma grande soma de dinheiro garantida ao final de suas sessões.

É até considerado uma habilidade no poker usar a seleção de mesas, o que significa visar jogos mais fracos em vez de “nadar com os tubarões”. Claro que de vez em quando um jogador de poker quer tentar ganhar uma pulseira WSOP ou bater Phil Ivey no heads-up, mas dinheiro e lucro é o verdadeiro objetivo para a maioria dos jogadores de poker. Há algo de sublime nessa mentalidade.

Talvez seu novo negócio esteja sendo esmagado, mas é simplesmente porque você está lutando contra gigantes quando há frutos menores e mais fáceis de serem colhidos. Há uma famosa citação no icônico filme de poker Rounders que diz “Se você não consegue ver o jogador fraco da mesa na primeira meia hora de jogo, então o jogador fraco é você”. Se isso acontecer com você no poker, então você deve encontrar outra mesa. Faça o mesmo na vida, escolha bem suas batalhas e os seus concorrentes.

8. Procure ter o máximo de informações antes de tomar uma decisão

Os novos jogadores de poker muitas vezes subestimam a importância de ter posição (agir em último lugar em uma mão). Ter posição no poker lhe dá a chance de ver o que todos vão fazer primeiro antes de ter que tomar qualquer decisão. É uma vantagem surpreendente que permite aos jogadores inteligentes utilizar mãos mais fracas para superar seus oponentes.

É possível também aplicar isto em algumas situações da vida real, há muitos exemplos no trabalho e nos negócios, como por exemplo entrevistas de emprego ou uma negociação entre empresas, onde agir primeiro o coloca em desvantagem. Nunca subestime deixar que a outra parte abra a discussão, ouvindo um pouco mais sobre a situação antes de se manifestar. Seja cauteloso em fornecer informações gratuitas.

9. Não tenha medo de “ir all-in”

Às vezes a segurança é a coisa mais arriscada que existe. Às vezes é preciso simplesmente ir “all-in”. No poker, esse momento acontece com frequência quando você comprometeu o seu stack a um pote específico, sendo uma decisão matematicamente ruim ter que voltar atrás, depois de ter se comprometido com tal investimento.

Considere que mesmo que você tenha apenas 25% de chance de ganhar uma mão, é matematicamente correto pagar uma aposta all-in se você tiver dedicado 80% de suas fichas. Uma das piores jogadas do jogo é pagar uma quantidade enorme e depois foldar no flop. É muito passivo e os jogadores o terão como alvo se você o fizer. 

Isto pode também ser praticado no dia-a-dia. Não se comprometa a 90% em alguma coisa e depois deixe para lá os outros 10%. Para melhor ou pior, uma vez que você tenha se comprometido com algo, faz mais sentido você “ir all-in”.

Fique ligado!

Oferecemos, com frequência, uma série de artigos que podem ser acessados gratuitamente em nosso blog, para que você se informe sobre os aspectos que envolvem casas de apostas e o universo do poker.

Além desse conteúdo gratuito, nós oferecemos uma cotação justa para que você possa adquirir fichas online, por meio de transações seguras e confiáveis, graças aos 11 anos de experiência que acumulamos no mercado.

Então, já sabe: sempre que precisar de créditos para começar sua própria carreira no poker, basta chamar a DM Créditos em nosso chat ou no WhatsApp!

Facebook | DM Créditos
Whatsapp: (31) 9 8472-3490