Dicas de poker

Os maiores mitos sobre jogar poker

Home / Blog & News / Os maiores mitos sobre jogar poker
August 01, 2020 6:33 pm | por DM Créditos

As pessoas alimentam muitos mitos relacionados a jogar poker, baseados principalmente em crenças do senso comum, filmes, séries de TV e em pequenos vislumbres da vida dos grandes profissionais.  

Separamos aqui 5 grandes mitos sobre poker para você fugir dessas noções equivocadas e conhecer melhor a realidade do jogo e dos players.

1. O poker online é manipulado

“Mas o site não controla quem ganha, não?” Essa é uma das perguntas mais comuns de quem não conhece o mundo do poker online.É só entender um pouco do jogo e da dinâmica das grandes salas de poker para ver que isso não faz sentido.O ganho dos sites vem dos rakes. Portanto, o que mais afeta seu lucro é a quantidade de pessoas efetivamente jogando e não quem ganha quanto.Já houve casos de salas que fizeram negócios ilícitos e enganaram jogadores.

Todo mundo lembra do caso do Full Tilt, que foi investigado e punido. Mas o cenário atual é bastante seguro e os grandes sites de poker online, como PokerStars, 888poker e PartyPoker, investem pesado em segurança e auditorias frequentes.

Além disso, os jogadores regulares sempre usam programas para coletar e analisar as estatísticas dos players. Qualquer pessoa tem acesso a todas as suas mãos e torneios jogados e a uma enorme quantidade de dados sobre eles.

Assim, fica bem mais difícil fraudar resultados, já que tudo o que foi feito no site e todas as estatísticas de jogo podem ser acessadas e analisadas por qualquer usuário.

Se tivesse algo de errado com o algoritmo de distribuição das cartas, é muito provável que alguém teria notado. Um dos problemas que realmente temos no poker online são os bots, cada vez mais numerosos. Porém, um bot não é difícil de detectar.

Com o tempo, suas ações na mesa costumam deixar claro que não se trata de uma pessoa jogando.Os grandes sites usam diversas técnicas de segurança para desativá-los. Os jogadores também geralmente identificam os bots com facilidade e os denunciam.

2. Jogar poker é para blefadores

Poker não é apenas sobre blefar bem. Claro que saber aplicar um bom blefe, bem calculado e nos momentos certos, é uma estratégia importante. Mas jogadas de alto risco são muito menos comuns do que podem parecer.

Um jogador profissional de poker não faz blefes gigantes toda hora. O lucro está nas mãos comuns, pequenas e médias que jogamos todos os dias. A essência de jogar poker não é o blefe, mas sim fazer o máximo possível de boas escolhas, jogadas que apresentam uma boa relação riscoxchance de vitória. As boas escolhas são baseadas em probabilidade, estudo e entendimento do jogo, não na capacidade de blefar bem.

3. Poker é ilegal

No Brasil, os jogos de azar são ilegais, mas o poker é comprovadamente um jogo de habilidade e mundialmente reconhecido como um esporte da mente. Em 2017, foi anunciado que o Ministério do Esporte vai criar um grupo para regulamentar o poker como esporte no Brasil.

Portanto, jogar poker, com dinheiro real ou não, não se enquadra como prática de jogos de azar, nem como atividade ilegal.

4. Os melhores sempre ganham

A sorte é um fator importante no curto prazo e em um número pequeno de jogos. Se você jogar uma partida contra o Fedor Holz, pode ganhar. Mas em 10 mil mãos, é bem pouco provável. Quanto menor a amostragem, mais a sorte ou outros fatores que não sejam a qualidade do jogo influenciam o resultado.

Além disso, um grande número de aspectos influenciam no lucro. Você pode ser um profissional experiente e muito bom e enfrentar uma fase ruim devido a problemas pessoais, pouca concentração no jogo, pressão por resultados, algum leak não percebido, falta de estudo ou atualização das estratégias, grade mal pensada, etc. Mesmo os melhores jogadores têm dias, sessões e até meses ruins.

5. É melhor jogar contra os bons

Esse é um pensamento bastante comum entre jogadores de micro stakes frustrados com o fato de jogarem contra muitos recreativos e perderem mãos e torneios para eles. Jogar poker contra profissionais e regulares é realmente muito mais previsível.

Eles entendem as estratégias do jogo, agem de acordo com as probabilidades e de maneira coerente. Mas é também menos lucrativo. Uma das bases para lucrar no poker é jogar contra adversários mais fracos que você.

Se você sabe mais do jogo que seu oponente, consegue explorá-lo melhor e está em vantagem competitiva em relação a ele. Como os jogadores de micro em geral são mais fracos, iniciantes ou recreativos, ganhar desse field exige menos experiência e conhecimento técnico do que bater os buy-ins mais altos.


No longo prazo, jogar nos buy-ins em que você já mata o field é mais lucrativo e consistente do que se arriscar em buy-ins caros contra vilões que sabem mais que você.